Páginas

domingo, 29 de setembro de 2013

FAMILIAS LAGO, CIRIINO, LEITE E PAXIUBA RECEBEM HOMENAGENS NA SEMANA DO MUSEU DA PRIMAVERA.

 

Nesta sexta feira dia 27, todo o Brasil comemorou sua 5ª Primavera do Museu com o tema Museus, memória e cultura afro brasileira. Em Itaituba também o evento foi comemorado, homenageando quatro famílias tradicionais, na barraca de ventos, das 19 as 22:hrs,  sendo elas a família lago representada pela professora Maria do Lago, Família leite que contou coma presença de Tereza Leite, família Cirino representada pela professora Noêmia Cirino e Denise Paxiuba que foi receber o troféu de honra ao mérito em nome da família Paxiuba. 

A 5ª Semana do Museu foi uma realização do Museu Aracy Paraguaçu com parcerias dos acadêmicos da UFOPA e da FAI, dos cursos de História . Luzenira Paz, acadêmica da UFOPA que participou do projeto disse que o projeto foi gratificante porque serviu para comprovar a importância das quatro famílias pesquisadas e que foi objeto das homenagens, apostando que esse evento possa despertar o interesse da cidade pela história de sua população. 

Martineles Galvão, diretora do Museu agradeceu o empenho de todos para o sucesso do evento embora modificado por causa de alguns imprevistos com os ventos fortes que não permitiram a exposição dos banners, nem a palestra que estava na programação. Cada representante das famílias, falou sobre a homenagem considerando que suas histórias contribuíram e ainda contribuem para a riqueza cultura, folclórica e para preservação de nossa memória. 

A ex professora Maria lago, por exemplo, relatou que seu bisavô era feito e ao apaixonar-se por uma escrava deu origem a sua família cujos remanescentes inda fazem parte dessa história. Para os organizadores do evento a proposta principal com o tema memória e cultura afro brasileira foram de tirar do anonimato a história das famílias tradicionais afro brasileira de Itaituba para que fique o registro oficial para essas e demais gerações como uma grande contribuição.

 Representando a prefeitura estiveram no evento Hildeglan em nome da Diretoria de Cultura e a professora Luzeni representando a Semed, como coordenadora do departamento que trata das questões afro brasileiras.

0 comentários:

Postar um comentário