Páginas

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Deputados discutem impactos da mineração na bacia do rio Tapajós

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável discute hoje os impactos ambientais decorrentes da extração mineral na bacia do rio Tapajós (PA). A reunião será realizada nesta terça-feira (22), no Plenário 8 da Câmara dos Deputados.

Os deputados do Pará Arnaldo Jordy (PPS) e Dudimar Paxiúba (PSDB), que pediram a audiência, querem informações sobre as licenças ambientais e a lavra garimpeira concedidas pelo Pará e pela União para extração mineral no leito do rio Tapajós. 

Arnaldo Jordy afirma que a construção de usinas hidrelétricas nos próximos anos tem aumentado as atividades garimpeiras no sul do Pará. “Os impulsos de desenvolvimento trazidos pelas hidrelétricas estão ameaçando as unidades de conservação, as reservas indígenas e os rios na região do Tapajós”, alerta o parlamentar.

Foram convidados para debater o assunto o presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Roberto Ricardo Vizentin; Diretor de Proteção Ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama), Luciano de Meneses Evaristo; Diretor de Fiscalização do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Walter Lins Arcoverde; ea promotora de Justiça do Ministério Público do Estado do Pará, Lílian Regina Furtado Braga.

Fonte: Agência Câmara

0 comentários:

Postar um comentário