Páginas

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

TIM disponibiliza infraestrutura para monitoramento de chuvas em áreas de risco




Tarja Tim,TIM Cor


Tarja Tim



TIM disponibiliza infraestrutura para monitoramento de chuvas em áreas de risco
Será realizado o monitoramento da quantidade de chuvas em áreas de risco de deslizamentos e de inundações em todo o Brasil.
A TIM acaba de disponibilizar nesta semana 150 chips com conexão de dados gratuita para o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), orgão do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). A infraestrutura servirá para o monitoramento da quantidade de chuvas em áreas de risco de deslizamentos e de inundações bruscas em todo o Brasil.
 Neste primeiro momento, os chips serão instalados nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e Santa Catarina. Ainda não foi definida a quantidade de chips para cada região. A distribuição será estudada pelo Cemaden a partir de critérios técnicos. Com o aumento das chuvas, alertas são enviados ao Centro Nacional de Gerenciamento de Desastres - Cenad, que aciona as defesas civil estadual e municipal, para se necessário, remover pessoas das áreas de risco.
 Nesta parceria, a instalação e a manutenção dos equipamentos serão de responsabilidade do Cemaden, enquanto a TIM oferece, além do local para a instalação do pluviômetro, os chips para a transmissão dos dados. “Trata-se de um tráfego de dados gratuito com o qual será possível medir, a cada cinco minutos, a quantidade de chuvas nas áreas de risco”, afirma Leandro Guerra, diretor de Relações Institucionais da TIM. A empresa estuda, ainda, a possibilidade de ampliar o investimento no projeto, disponibilizando, até o fim do ano, mais 400 chips. 
Este projeto é mais uma iniciativa do Instituto TIM, que tem como principal objetivo criar e potencializar recursos estratégicos para a democratização da ciência e inovação, promovendo o desenvolvimento humano, utilizando a tecnologia móvel como um dos principais habilitadores. Em agosto deste ano, a operadora lançou o Instituto TIM durante evento no Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), que contou com a presença do ministro Marco Antonio Raupp e do presidente da TIM, Rodrigo Abreu. O Instituto TIM já nasceu com oito projetos em andamento, quatro em fase de implantação, com o apoio a quatro museus e centros tecnológicos, além de seis ONGs.
Tarja Tim

0 comentários:

Postar um comentário